Seguidores

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Os benefícios da semente de Chia



Pra quem percebeu, esta é a semana dos alimentos funcionais. Já falei das amêndoas, da semente de girassol e hoje é dia de falar dos benefícios da semente de chia:

A chia é um grão originário do México e da Colômbia, e já é conhecida destes povos a milhares de anos. Entre nós, brasileiros, seu uso é mais recente, mas não menos difundido. Virou uma febre entre as pessoas que buscam uma alimentação saudável.
Mas, o que ele tem de tão bom assim?
  • Tem ação anti-inflamatória pois fornece ômega 3 (ácido linolênico), que tem essa propriedade de combater a inflamação do organismo. O ômega 3 também favorece o controle da pressão arterial.
  • Tem ação antioxidante, combate a ação dos radicais livres que levam ao envelhecimento precoce e o desenvolvimento de algumas doenças.
  • Ajuda a controlar o diabetes, por causa do alto teor de fibras. As fibras tornam mais lentas a absorção dos açúcares pelo intestino, o que ajuda a controlar a glicemia.
  • Ainda por causa das fibras solúveis, a chia é uma grande aliada nas dietas, pois estas fibras formam um composto gelatinoso no estômago, o que torna a digestão mais lenta aumentando a saciedade.
  • Melhora a saúde intestinal, por causa delas, as fibras!!
  • É fonte de proteínas vegetais, contendo muitos aminoácidos essenciais. A chia possui maior quantidade de proteínas quando comparada a outros cereais como o milho, o arroz, a aveia e o trigo. Por isso, pode ser uma ótima opção para praticantes de atividades físicas, já que a semente ajuda na manutenção de massa muscular.
A chia é encontrada em forma de grãos, farinha e óleo. Na forma de grãos ou farinha pode ser usada em bolos, iogurtes, sucos e vitaminas (eu uso no suco ou com um fruta). 

Como todo grão, não deve ser ingerida em excesso e deve ser consumida de forma variada incluindo outros grãos e sementes no cardápio. A chia é um carboidrato, apesar de conter fibras, em excesso, pode levar ao aumento de peso, constipação intestinal (principalmente se o indivíduo não tomar quantidade suficiente de água) e pode levar a desconfortos gástricos uma vez que retarda a saída dos alimentos do estômago.

Então é isso, use com moderação!!!


terça-feira, 26 de novembro de 2013

Benefícios da Semente de Girassol


A semente de girassol é rica em fibras, vitaminas A e E, magnésio, selênio e gordura monoinsaturada (olha a gordura boa aí novamente), nutriente essencial para combater problemas cardiovasculares, além disso ajuda a combater a osteoporose.

A vitamina E é um poderoso antioxidante, ela neutraliza os radicais livres presentes em nosso corpo e protege o organismo contra as gorduras “más”, promovendo a desintoxicação celular, e ajudando a baixar os níveis de colesterol. Além disso, tem um alto poder anti-inflamatório pelo que é também uma importante ajuda no controle da asma e da artrite reumatóide. A vitamina E desempenha um papel importante na prevenção das doenças cardiovasculares. As “gorduras boas”, incluindo o “colesterol bom”, são muito susceptíveis a danos causados pelos radicais livres, um processo que ocorre quando expostas ao oxigênio. Ao serem danificadas, tanto aquelas gorduras como o colesterol formam derivados tóxicos que se colam ás paredes dos vasos sanguíneos, iniciando o processo de aterosclerose, aumentando o risco de desenvolvimento de doenças coronárias. Na verdade, através de vários estudos feitos, chegou-se á conclusão que as pessoas que apresentam bons níveis de Vitamina E no organismo correm muito menos riscos de sofrerem ataques cardíacos do que as que apresentam baixos níveis de Vitamina E.

As sementes de girassol também apresentam uma grande concentração de magnésio, que é ótimo para relaxar os nervos, ajudando na descontração muscular e dos vasos sanguíneos. Alguns estudos apontam que o magnésio ajuda a reduzir crises de asma, hipertensão arterial, ajuda a evitar dores de cabeça e enxaquecas e ainda reduz riscos de ataques cardíacos e de derrames. Outro benefício do magnésio é a de manter os ossos saudáveis e produzir energia.

O selênio também está presente nas sementes de girassol. Este mineral é fundamental para uma boa saúde pois ajuda a melhorar a desintoxicação do organismo e tem uma ação preventiva a nível cancerígeno.
Tem-se verificado que o Selênio ajuda a reparar danos do DNA, o que ajuda a inibir a proliferação das células cancerosas, e a induzir a auto-destruição das células mortas ou doentes.

Por todos esses motivos, amei a inclusão das sementes de girassol em meu plano alimentar. Espero que em breve meu organismo já esteja sendo beneficiado com todas essas propriedades.





segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Os benefícios da Amêndoa


Em minha última visita à nutricionista ela incluiu a amêndoa em meu cardápio.A amêndoa é uma fruta oleaginosa, que carrega muitos nutrientes e é uma grande aliada na hora de emagrecer. Além de bastante saborosas elas possuem vitaminas e minerais importantes para uma alimentação saudável.  

Seus benefícios são: redução do açúcar do sangue, aumento da saciedade e ainda contribuem para um bom funcionamento intestinal. Além disso, se o consumo for aliado a uma dieta saudável, elas também auxiliam na perda de peso (que maravilha), pois são ricas em gorduras monoinsaturadas, que tem como função regular o nível de açúcar no sangue e ativar o metabolismo para queima de gorduras. Contudo, como trata-se de um alimento calórico, o seu consumo deve ser feito em pequenas quantidades diárias.

A orientação de inclusão em meu plano alimentar foi para incluí-las antes do almoço, pois ajudam a controlar a fome.
Ao comer cinco ou seis nozes antes da refeição, você se sente saciado mais rápido e por mais tempo”, escreve o médico norte-americano Michael Roizen, autor dos best sellers Idade Verdadeira e A Dieta da Idade Verdadeira (Editora Campus).”
As amêndoas são um alimento prático e fácil de ser consumido, você pode levá-las em um pequeno pote ou em um saquinho plástico, com isso, elas estarão sempre à mão.
 
Tenha cuidado na hora de comprar, fuja das opções com sal e/ou doce, afinal de contas você quer ter uma alimentação saudável.
 
O armazenamento também merece cuidado, guarde-as em um recipiente fechado e impermeável em um local fresco e seco. Mas não se esqueça, o consumo não pode ser exagerado, a porção diária deve ficar entre quatro a cinco unidades, para que o efeito não seja contrário e você acabe ganhando peso.

E aí gostou, vai incluir em seu cardápio?

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Hoje tem convidada especial: Daiana Foscarini

Tenho o maior prazer em apresentar a convidada de hoje do Medida Saudável: Daiana Foscarini, do blog Realizando um Sonho. 
Conheci a Daiana pessoalmente no ano passado, mas virtualmente já nos conhecíamos dos blogs e grupos de noivas de Belo Horizonte. Ela se casou em BH, mas mora em Curitiba. (Pra você conhecer toda a história dela, acesse o blog www.blogrealizandoumsonho.com.br)

Mas como o assunto aqui é vida saudável, a Daiana vai nos contar como conseguiu emagrecer 12,5 kg, aliando alimentação saudável e a prática de corrida!!!


“Em fevereiro de 2013 comecei a praticar corrida e cuidar da alimentação. Em março fui em uma nutricionista e comecei o processo de reeducação alimentar. Emagreci, mas não me adpatei à dieta, pelo simples fato de que passar fome não é comigo. Então em maio troquei de nutricionista por indicação da minha assessoria de corrida. Saí do consultorio com uma dieta sensacional na mão, falei pra todo mundo que “se aquela dieta me fizesse emagrecer, eu seria feliz pelo resto da vida”, pois a nutri fez a dieta baseada no que eu gosto de comer. Claro que quando eu falei por exemplo que adorava calabresa, manteiga, etc, ela fez restrição, então tem alimentos que eu consumia que hoje continuo consumindo, mas em uma quantidade bem menor, algumas vezes ao mês.

Bem, em julho eu já tinha eliminado 11kg, foi incrível como a dieta e a corrida me trouxeram um resultado rápido. E é claro, DISCIPLINA. Eu realmente segui a dieta e fiz o exercício recomendado.


Infelizmente no início de agosto eu tive uma fratura por estresse no pé e teria que ficar de 2 a 3 meses parada, sem correr. Fiquei 1 mês fazendo a dieta normalmente sem exercício algum e depois mais um mês sem correr mas fazendo treinamento funcional sem impacto, uma vez por semana. No início do terceiro mês eu tirei raio-x do pé e fui no fisioterapeuta, tava tensa, não queria ficar mais um mês sem correr. E aí veio o resultado, já estava tudo bem e eu poderia RECOMEÇAR tudo de novo.

Sim, tive que recomeçar tudo de novo, caminhada, depois caminhada + corrida, e depois sim voltaria a correr normalmente. Isso foi no início de outubro, e hoje, início de novembro eu já consigo correr 50 minutos direto novamente. Inclusive, hoje (05/11) fui na nutri e o resultado de toda minha disciplina, aliada à exercícios e uma boa dieta foi 12,5kg eliminados.

Eu coloco muitas dicas no blog, e recebo alguns comentários como “você toma achocolatado?” ou “acho bolo muito calórico”. Bem, como eu disse minha dieta foi baseada no que eu gosto de comer, em porções definidas, para chegar no valor calórico que eu posso consumir. Meu café da manhã tem achocolatado, no meu lanche tem opção de bolo e bolacha, meu almoço tem 2 carboidratos, à noite eu janto normal e ainda tenho a opção de fazer sanduíche com hamburguer e requeijão.


Então, se eu estou contado que emagreci 12,5kg comendo bolo, salgado, hamburguer, entre outros, é porque realmente a gente consegue emagrecer comendo o que gosta! É só buscar uma boa nutricionista. A minha se chama Sandra Trevisan, e é de Curitiba.”







Viu só como é possível emagrecer comendo de tudo. Não se esqueça de aliar aos novos hábitos alimentares a prática de exercícios físicos. Pode ser caminhada, corrida ou andar de bicicleta. O importante é começar a se mexer. Ah, também não esqueça de que um acompanhamento profissional é muito importante, principalmente se você não sabe por onde começar!!!

Daiana, muito obrigada pela participação!!! 

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

E quando a balança não se mexe?

Olá, que saudades deste meu diário virtual!!! 
Depois de alguns dias afastadas do blog volto para dar notícias da minha dieta.
E o tema de hoje é:

O que fazer quando o ponteiro da balança para de se mexer? 


Tenho consciência de que nos últimos dias tenho dado algumas escapadas do meu plano alimentar (ninguém é de ferro). Uma festinha na família, um happy hour na sexta-feira, um bolo de cenoura com cobertura de brigadeiro e uma viagem de fim de semana foram o bastante para fazer com que o ponteiro da balança ficasse bem quietinho.

Mas, por outro lado, também comecei a me exercitar, o que não tinha feito no primeiro mês da minha RA. Dia 21/10 comecei a fazer musculação, spinning e natação (revezando, é claro).

Na próxima semana tenho consulta com a minha nutricionista, o que vai ser muito bom para tirar algumas dúvidas e readequar o meu plano alimentar. Até lá, foco total, quem sabe não perco mais algumas medidas.    

Vamos atualizar o peso:

Setembro
08/09 - 70 kg - cheguei de viagem
10/09 - 70 kg - início da dieta de desintoxicação 
13/09 - 69 kg
14/09 - hoje é sábado e eu não pesei, vou deixar para domingo. De qualquer forma, já comecei bem, agora é manter o foco.
-----
22/09 - 68 kg (- 1 kg em 1 semana!!)
-----
28/09 - 67 kg (-1 kg em 1 semana!!)
28/09 - Em 20 dias foram embora 3 kg, e o melhor de tudo, sem passar com fome!!

Outubro
11/10 - 66 kg (-1 kg em 13 dias)!!! O último kg perdido foi o mais difícil dos 4 que perdi no total. Sei que daqui pra frente a luta será ainda maior, mas continuo firme com meu propósito.

Novembro
07/11 - 66 kg (e o ponteiro continua no mesmo lugar!!!)