Seguidores

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Que tal mergulhar na Ilha Grande?

Não à toa a Ilha Grande é considerada uma das maravilhas do Rio de Janeiro, ficando em 2º lugar atrás apenas do Pão de Açúcar, pertencente ao município de Angra dos reis possui uma paisagem exuberante, formada por mata atlântica, mangue e restinga, além da linda vegetação que cobre a ilha suas características mais marcantes são as belas praias, outras pequenas ilhas e a sua fauna e flora marinha ao redor. O Roteiro de Turismo mostra um pouco mais sobre este paraíso no sul do Rio de Janeiro.
 

Por esse motivo a ilha é muito procurada por quem quer praticar o mergulho, possuí uma estrutura já consolidada tanto para quem já é experiente com opções de mergulho em grutas ou naufrágios, ou para quem está iniciando com a opção de praias banhadas por aguás límpidas e calmas, isso tudo junto com abundância de espécies de peixes que ali vivem e belíssimos corais formam uma combinação perfeita para a prática do esporte.
 
Existem inúmeros lugares fascinantes para se mergulhar na ilha e um dos mais famosos e visitados é a Lagoa Azul, suas aguás com uma temperatura agradabilíssima são trasparentes, o que permite uma experiência única de mergulho, diversas espécies de peixes, moluscos e corais formam um aquário natural de beleza única, em época de desova de peixes os mergulhadores podem ver e tirar ótimas fotos do berçário natural de vários peixes, que não se assustam com os mergulhadores.
 

Pequenas ilhas ao redor da Ilha Grande dão aos mergulhadores várias opções sempre com peixes e águas que variam do transparente ao verde azulado, ilhas como a Ilha do Gurirí que possuí uma pequena gruta que abriga até 10 mergulhadores e é considerado um dos melhores pontos de mergulho da ilha, ou ainda as Ilhas menores e mais afastas, Ilha de pau a pino e Ilha das Palmas.
 
Além das ilhas e praias existe um outro tipo de mergulho muito praticado lá que é o mergulho em naufrágios, um acidente causou o naufrágio do helicóptero tipo esquilo em 1998, depois que foi realizada a perícia no helicóptero os bombeiros colocaram-no próximo a Lage da Matariz e ali se tornou um ponto de mergulho muito frequentado, outro naufrágio é o Pinguino, que é o naufrágio mais visitado do país, com profundidade máxima de 18 metros e diversos cardumes de peixes e arraias nadam ao seu redor, o acesso é fácil devido a tranqüilidade de suas águas, recomenda-se não entrar no interior do navio sem um instrutor experiente.
 
Outro lugar que não pode ser esquecido quando o assunto são os principais e mais belos pontos de mergulho na Ilha Grande é a Gruta do Acaiá, através de uma trilha é possivel conhecer uma gruta que proporciona um fenômeno de luzes e cores por causa de uma fenda na pedra, abaixo do nível do mar, a água entra por ela e forma um lago, cujo fundo, reflete a luz solar como se fosse um caleidoscópio.
 

Se o seu ponto de partida for a capital paulista o mais fácil a se fazer é seguir pela Dutra em direção a Aparecida, depois sentido Paraty até chegar em Angra dos Reis pela rodovia Rio-Santos, de onde saem as barcas para a ilha, se a origem for a cidade do Rio de Janeiro o melhor caminho é ir pela Barra da Tijuca até o centro de Santa Cruz, passando pela Serra da Grota Funda, depois seguir em direção a Avenida Brasil passando por toda a região da Costa Verde até Mangaratiba de onde saem as barcas para a ilha. 

Para maiores informações sobre pontos turísticos, restaurantes e pousadas em Ilha Grande acesse o link do Roteiro de Turismo em http://www.roteirodeturismo.com.br/hoteis-e-pousadas/rio-de-janeiro/ilha-grande/ e boa viagem!

quinta-feira, 10 de julho de 2014

O melhor antes e depois da minha vida!!

Quando eu comecei a reeducação alimentar e o acompanhamento nutricional eu achei que seria bem mais difícil emagrecer. Era setembro de 2013 e eu havia atingido o meu limite, pesava 70 kg e eles estavam sim muito visíveis e me incomodando bastante. Eu não fazia atividade física e os meus exames de saúde estavam péssimos, glicose, colesterol, triglicérides, todos sem exceção.
Fora isso, a auto estima estava lá embaixo, minhas roupas já não serviam mais e os números só aumentavam a cada compra.
Já era hora de dar um basta e mudar de vida. Clicando aqui, vocês poderão acompanhar como foi esse processo no qual "foram embora" 9 kg e uma vida sedentária.
Em fevereiro meu peso estabilizou em 61 kg, meu IMC estava ótimo e a relação massa magra/gordura idem.
Voltei a correr, atividade que eu não fazia desde 2009, e a participar de corridas de rua.
Posso dizer, sem demagogia, que minha vida mudou completamente.
Por isso, tenho muito orgulho em dizer que este é o melhor antes e depois da minha vida!!!